Introdução

 
                                                                        24 de Março
 
 
Nos anos 80, Portugal deparava-se com importantes desafios: a consolidação da democracia, a inserção da economia num bloco dotado de capacidade competitiva, o reforço de mecanismos de desenvolvimento e protecção social. Apesar das dificuldades de adaptação ao novo modelo de economia aberta e evidentes atrasos estruturais, Portugal apostou na construção europeia.

Após 25 anos de participação no esforço comum da integração europeia, Portugal mostra importantes transformações de diversa ordem. Numa perspectiva de análise da sua capacidade de negociação e adaptação a novas formas de intervenção global, torna-se oportuno averiguar como todo o processo de construção europeia tem contribuído, com vantagens e/ou desvantagens, para o desenvolvimento da sociedade portuguesa.

Ainda que num contexto diferente, os mesmos desafios persistem. E outros surgem. 

Comissão Organizadora


Prof. Doutora Carla Pinto Cardoso, UFP
Prof. Doutora Isabel Costa Leite, UFP
Prof. Doutor Paulo Vila Maior, UFP


Contactos e Informações:

Gabinete de Comunicação e Imagem (secretariado)
Praça 9 de Abril, 349 – 4249-004 Porto
Fax: +351 225 508 269
gci@ufp.edu.pt
http://portugalnauniaoeuropeia.ufp.edu.pt

Universidade Fernando Pessoa
Praça 9 de Abril, 349
4249-004 Porto – Portugal
Telf. + 351 22 507 13 00
Fax: + 351 22 550 82 69
www.ufp.pt



APOIOS: